Reflexões

Perfil

//mais sobre mim

Arquivo

//pesquisar
 
//Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


//posts recentes
//comentários recentes
muito bom!
Que linda é sua filha! Tomara que vc logo mate sau...
Nossa Ro eu tambem fico tao tocada quando vejo o p...
ooiiiee Guerreira. Deus Abençoe!Jesus O Pão da vid...
Olá, bom dia,vim lhe retribuir a visita e o coment...
Realmente. a natureza é algo maravilhoso de Deus!a...
MARANATA!!!!!DEUS ABENÇOEEE!
Poxa, sem palavras...PRECISO DE FOME!!!q nunca tiv...
Eu quero as chuvas de Deus na minha vida e vou con...
É realmente não há amor maior que o do Pai dos Pai...
//arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


//favorito
//subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

Posts

Sábado, 26 de Abril de 2008

O adjetivo tremendo (que faz tremer, terrível, fora do comum, espantoso), tornou-se, principalmente entre os evangélicos, numa espécie de “panacéia lingüística”, usada corriqueiramente para expressar qualquer coisa. Não restam dúvidas de que Deus é tremendo, respeitável, extraordinário, que causa temor e que faz tremer: “Ó Deus, tu és tremendo desde os teus santuários” / “É tremendo para com os reis da terra” / “Louvem o teu nome, grande e tremendo, pois é santo” (Sl. 68:35a; 76:12b; 99:3). Contudo, dizer, por exemplo, que qualquer dificuldade é uma luta é tremenda, que uma simples gripe é uma enfermidade tremenda, parece um “tremendo” exagero. Outra expressão que também se vulgarizou é a famigerada com certeza. Para quase toda pergunta responde-se com certeza: Você vai ao culto hoje? “Com certeza”. / Será que ela canta bem? “Com certeza”. / Você comeu feijão com arroz? “Com certeza”. Por ser tão excessiva, às vezes esta “certeza” parece um tanto duvidosa - e chata.

Jaime Nunes Mendes

www.melodia.com.br

publicado por Rosângela às 23:12