Reflexões

Posts

Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007

Minha amiga Rejane colocou no seu blog um artigo sobre a mulher samaritana.

Lembrei da linda música da autoria de Guilherme Kerr Neto e Jorge Camargo.

Deliciem-se com a belíssima letra. É a sétima faixa do CD Vento Livre, gravado pela Igreja Batista do Morumbi em 1985

 

Eis-me aqui outra vez neste sol de escaldar.

Volto ao poço,pra água buscar.

Minha vida é buscar, estou cansada de mim.

Até quando? Não vejo fim.

 

Tantos amantes na vida, fugaz alegria.

Tão curto o prazer.

Quanto mais tenho mais quero, já me

desespero

Não sei o que fazer.

 

Eis aí um homem, parece um judeu,

Está sozinho, cansado de andar.

Té falou comigo, água me pediu

Acho estranho querer conversar

 

Não me tartou como os outros, me olhou

Como gente

Chegou-me a dizer

"Se você soubesse quem sou, logo me pediria

E água da vida eu daria a você,

Daria razão pra viver".

publicado por Rosângela às 13:07
 O que é? |  O que é? | favorito