Reflexões

Posts

Quarta-feira, 11 de Julho de 2007

Faltam 2 dias para completar 5 meses que estou longe da minha filha. Não tinha a mínima idéia de como ia ser dificil. É uma experiência muito dura que só sabe o que é quem passa por ela. A dor da saudade, da ausência do ser amado é muito grande. É uma ferida sem cura e a única solução é a presença da tal pessoa. Não estou sendo piegas nem estou com auto-comiseração. Simplesmente expresso os meus entimentos, o que passo agora.

 

Quando passamos por isso, pensamos mais nos outros. Como tenho pensado em tantas mães que viram seus filhos indo embora. Alguns voltam, outros nunca mais retornam. Sabemos que o filho vai nos deixar um dia, mas nunca estamos preparados para isso.

 

O que me consola um pouco é que a minha filha querida está VOLTANDO. Ela está voltando! No próximo mês estará conosco novamente. Como anseio por este dia!

Não é a mesma gravidade do filho pródigo, mas certamente faremos uma festa muito alegre para  recebê-la de volta ao ninho.

 

Agradeço muitíssimo ao meu irmão e cunhada que cuidaram muito bem  da minha filhona durante esse tempo. Pela visão e ajuda nos custos dos estudos dela, jamais esquecerei isso. Valeu a experiência! Meus pais e a família toda também apoiram-na bastante. OBRIGADA.

 

Renira: Eu penso em você o tempo todo. Tenha certeza que todos estes dias  eu penso em você, oro por você e falo em você. Como poderia esquecê-la? Você  é parte de mim. Nem que eu queira, você sai da minha mente e do meus coração. Em cada canto da casa há um pouquinho de você; são retratos, músicas, objetos... Na igreja todos perguntam por você. O grupo de dança está lhe esperando. Dia das mães quando elas dançaram para as mães, faltou você lá. Foi muito triste.

publicado por Rosângela às 03:29
 O que é? |  O que é? | favorito